quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Otimização de Sites (SEO) – Esteja a frente de seus concorrentes

Otimização de Sites (SEO) – Esteja a frente de seus concorrentes 

Um desafio constante na vida dos empresários é manter-se a frente de seus concorrentes. Na internet não é diferente. Sua empresa precisa estar classificada na frente de seus concorrentes quando um usuário busca por determinado produto ou serviço nos mecanismos de busca. Para garantir a classificação de sua empresa melhor que a de seu concorrente, existe a estratégia de otimização de sites (SEO). Em se tratando de pesquisas em mecanismos de busca, como Google, Yahoo e Bing, podemos dizer que é necessário que sua empresa apareça na primeira página dos resultados de pesquisa, sendo que quanto melhor o posicionamento, maior a quantidade de cliques recebidos e consequentemente maiores as probabilidades de geração de negócios

 Os primeiros mecanismos de busca utilizavam como critério principal para a classificação dos resultados, a ordem alfabética. Com a evolução da internet e consequentemente dos mecanismos de busca os critérios de classificação foram alterados, visando privilegiar a informação mais relevante para o usuário. A otimização dos sites surge no sentido de ajudar empresas a conseguir uma boa classificação de seu site para as palavras-chave relevantes aos seus produtos e serviços. 

Otimização de sites - Fatores “On Page” e “Off Page” 

A estratégia de otimização de sites utilizada atualmente consiste basicamente de fatores “On Page” e “Off Page”. Para realizar a otimização de sites é necessário entender qual o comportamento dos algoritmos e robôs utilizados pelos mecanismos de busca para determinar determinada relevância para a busca do usuário. 

Os fatores “On page” da otimização de sites garantem fornecer uma informação organizada para o mecanismos de busca, de forma que quando eles tiverem escaniando a página de seu site otimizado eles consigam entender do que se trata e associar se aquilo é relevante para o usuário. 

Lembre-se os mecanismos de busca sempre procuram trazer as informações mais relevantes para beneficiar o usuário. Os fatores “Off page” da otimização de sites, funcionam como uma espécie de credibilidade da informação. O que isso quer dizer? Quanto maior o número de sites indicando determinado site como referencia para determinado assunto, o mecanismo de busca atribui pontos para esse site e considera que sua informação seja mais relevante para o termo pesquisado. 

A estratégia de otimização de sites permite a você posicionar sua empresa nas primeiras posições dos mecanismos de busca, conseguindo permanecer a frente de seus concorrentes no ambiente negocial que mais cresce no mundo, gerando assim uma vantagem competitiva para sua empresa.

Autor
Heitor Siviero - Consultor de Marketing Digital
www.wsimarketingnainternet.com.br

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Está à procura de emprego? Não faça isto...

Se está à procura de emprego este artigo é para si. Apresentamos uma pequena lista de coisas que não deve fazer durante a sua procura de emprego.


Esperar pela função perfeita: A não ser que a sua área seja muito especializada e as suas habilitações, conhecimentos e experiência não possam ser transferidos para outra área, deve alargar o campo da sua pesquisa de emprego e procurar outras opções disponíveis. Mesmo que no final não arranje emprego noutra área, isto ajuda-o a perceber as opções que tem no mercado. Outro erro que muitas pessoas cometem, principalmente as candidatos a primeiros empregos, é rejeitar entrevistas (ou oportunidades de emprego) baseadas apenas no título da função. No fundo está a perder a oportunidade de ganhar experiência em termos de entrevistas (perguntas feitas, ganhar mais à vontade numa situação de avaliação, etc.)
Rejeitar funções temporárias ou em part-time: uma função temporária pode acabar por tornar-se uma posição a tempo inteiro. No final de contas, e se não ficar mais tempo nessa função, ao fazer um bom trabalho vai de certeza ganhar uma boa recomendação (para além de mais experiência) para o seu próximo emprego.
Listar as suas referências sem as analisar bem primeiro: Começam a ser cada vez mais as oportunidades de emprego onde lhe são solicitadas referências. As suas referências têm de ser relacionadas com a sua experiência laboral, obviamente. Para além disto, é importante saber se as pessoas que está a indicar não se importam que as esteja a referir e se, caso questionadas, vão falar positivamente sobre si. É a sua reputação que está em jogo quando eles o recomendam, ou não, para um emprego. Por isso, certifique-se que estas pessoas estão 100% alinhadas consigo.
Utilizar o e-mail da sua actual empresa no CV: O e-mail que utiliza no seu trabalho pertence ao seu trabalho e é utilizado em benefício do seu actual empregador. Mesmo que não se lembre que, actualmente, a maior parte dos empregadores monitoriza o e-mail dos seus funcionários, colocá-lo no seu CV fá-lo parecer pouco profissional. De certeza que tem um e-mail sem ser o da sua empresa e, se não tiver, pode criar um pois exitem centenas de serviços de e-mail gratuitos que pode utilizar.
Pensar que um Não é um Não definitivo: Lá porque uma empresa o rejeitou num determinado processo de recrutamento, não significa que nunca mais vai ser recrutado, para outra função, nessa mesma empresa. Se receber um e-mail, telefonema ou carta de rejeição, pode sempre perguntar se não existe mais nenhuma função em aberto onde as suas competências possam ser utilizadas.
Uso das redes sociais: Como bem sabe qualquer empregador numa simples pesquisa pode o encontrar em várias redes sociais ou obter informação sobre si mesmo a nível pessoal. Não estou a dizer para eliminar as fotografias que tirou numa festa de anos onde andava com a gravata na testa ou a fazer números de equilíbrio  é normal e até transmite que tem vida social e que é divertido entre muitas outras qualidades, o que refiro é as horas a que coloca os posts (horário em que devia estar a trabalhar) em conversas mais agressivas sobre temas controversos e/ou sensíveis a terceiros, escrever algo menos positivo relativo à sua personalidade, amigos e principalmente colegas de trabalho ou chefias. Lembre-se que tem pode ser avaliado e excluído por estas razões e nunca o saberá...Proteja-se...

15 years of marketing research in 11 minutes